terça-feira, 12 de abril de 2011

Verbos II

Flexão de tempo e modo

Tempo Verbal é a indicação do momento em que ocorrem as ações, os fenômenos naturais e os estados expressos pelo verbo. Ele é determinado pela relação que se estabelece entre o momento em que a pessoa fala e a ocorrência do fato expresso pelo verbo.
Os tempos são:
·         presente – é aquele que, no momento em que a pessoa fala, o fato expresso pelo verbo ainda ocorre.
Exemplo:  Como sempre no mesmo restaurante.

·         pretérito – é aquele que,  no momento em que a pessoa fala, o fato expresso pelo verbo já ocorreu.
Exemplo: Comi no mesmo restaurante.

·         futuro – é aquele que, no momento em que a pessoa fala, o fato expresso pelo verbo ainda vai ocorrer.
Exemplo: Comerei no mesmo restaurante.
Modo Verbal é a indicação da atitude de quem fala em relação ao fato expresso pelo verbo.
·         indicativo – é aquele que indica certeza.
Exemplo: Como sempre no mesmo restaurante.

·         subjuntivo – é aquele que indica incerteza, dúvida, hipótese.
Exemplo: Talvez eu coma no mesmo restaurante.

·         imperativo – é aquele que indica ordem, pedido, súplica, conselho.
Exemplo: E se você também preferir, coma no mesmo restaurante!

Tempos do modo indicativo

Presente: Indica uma ação que acontece no momento em que se fala, que se repete ou perdura.
Exemplo: Os professores fazem palestras.

Pretérito Perfeito: Indica uma ação completamente concluída.
Exemplo: Os professores fizeram palestras.

Pretérito Imperfeito: Indica uma ação contínua ou que era habitual no passado.
Exemplo: Os professores faziam palestras.
Pretérito Imperfeito: exprime um fato passado que era habitual.
Exemplo: Ela identificava as baleias.

Pretérito-mais-que-perfeito: exprime a ocorrência de um fato passado, que ocorreu antes de outro, também no passado.
Exemplo: A jovem já terminara o trabalho quando cheguei ao local.

O futuro indica que a ocorrência de um fato será posterior ao momento da fala.

 Pode ser:

Futuro do presente: indica um fato que certamente irá acontecer.

Exemplos:
* Algumas espécies de baleia serão identificadas pelo projeto.
* Algumas pessoas iniciarão o trabalho voluntário este ano.

Futuro do pretérito: indica um fato que poderia acontecer, num momento anterior ao da fala.

Exemplo:
* Mais pessoas fariam o trabalho voluntário se soubessem da sua importância.
* Outros jovens continuariam a experiência, se pudessem. 

Presente
Pretérito Perfeito
Pretérito Imperfeito
Eu Canto
Eu Cantei 
Eu Cantava
Tu Cantas
Tu Cantaste 
Tu Cantavas 
Ele Cant
Ele Cantou 
Ele Cantava
Nós Cantamos
Nós Cantamos 
Nós Cantávamos 
Vós Cantais
Vós Cantastes
Vós Cantáveis 
Eles Cantam
Eles Cantaram
Eles Cantavam

Pretérito mais-que-perfeito
Futuro do presente
Futuro do pretérito
Eu cantara 
Eu cantarei 
Eu cantaria
Tu cantaras
Tu cantarás
Tu cantarias
Ele cantara 
Ele cantará 
Ele cantaria
Nós cantáramos 
Nós cantaremos 
Nós cantaríamos 
Vós cantáreis 
Vós cantareis 
Vós cantaríeis 
Eles cantaram
Eles cantarão
Eles cantariam
Presente
Pretérito Perfeito
Pretérito Imperfeito
Eu bebo
Eu bebi
Eu bebia 
Tu bebes 
Tu bebeste 
Tu bebias
Ele bebe
Ele bebeu 
Ele bebia 
Nós bebemos 
Nós bebemos 
Nós bebíamos
Vós Bebeis 
Vós bebestes 
Vós bebíeis 
Eles bebem
Eles beberam
Eles bebiam





Pretérito mais-que-perfeito
Futuro do presente
Futuro do pretérito
Eu bebera 
Eu beberei 
Eu beberia 
Tu beberas 
Tu beberás
Tu beberias
Ele bebera
Ele beberá 
Ele beberia 
Nós bebêramos
Nós beberemos
Nós beberíamos 
Vós bebêreis
Vós bebereis 
Vós beberíeis
Eles beberam
Eles beberão
Eles beberiam

ATIVIDADES

1. Complete as lacunas com as formas adequadas dos verbos indicados entre  parênteses. Em alguns casos, pode haver mais de uma opção.
a) Não () ontem ao teatro com eles porque já () anteontem. (ir)
b) Nós () à estação logo depois que o trem () (chegar; sair)
c) Todos () que o ano se () em quatro estações. (saber; dividir)
d) Quando jovem, eu () cedo e () no parque. Hoje, () pouco e mal e não () disposição para nada. (acordar; correr; dormir; ter)
e) Todos os domingos ele () aqui e () se alguém () de alguma coisa. (vir; perguntar;precisar)
f) Depois daquilo, não me () e (), exigindo que ele parasse. (conter; gritar)
g) Ele sempre () aos colegas que se empenhem. (sugerir)
h) Ele sempre () aos colegas que se empenhassem. (sugerir)
i) Dali onde (), () o céu claro e () o canto dos pássaros. A manhã () linda! (estar; ver; ouvir; ser)
j) Antes do advento do "futebol-força", todas as equipes () um jogador cerebral. A bola () mansa, a categoria (), os jogos não () violentos. () a pena ir aos estádios.  (ter; rolar; imperar; ser; valer)
l) Assim que () a porta, () que algo estranho se () naquele recinto. (abrir; notar;  passar)

2. Preencha as lacunas com as formas adequadas dos verbos indicados entre  parênteses. Em alguns casos, pode haver mais de uma opção.
a) No próximo sábado, () cedo e () o primeiro ônibus para o Rio de janeiro.  (acordar; pegar)
b) Tudo () muito diferente se você ouvisse nossos conselhos. (ser)
c) Tudo () muito diferente se você ouvir nossos conselhos. (ser)
d) Quem () aqui durante a madrugada para estragar o jardim? (vir)
e) O Corinthians () da fila em 1977; dois anos depois, () de novo o Campeonato Paulista. (sair; ganhar)
f) Tu não () sem o meu consentimento! (sair)
g) Quando ela chegar, () tudo arrumado. (encontrar)
h) Quando chegarmos à cidade, tudo já () (terminar)
i) Quando chegássemos à cidade, tudo já (). (terminar)
j) Muitos anos depois, ele () repetindo as mesmas palavras, que () as mesmas  idéias. (continuar; expressar)
l) Tudo () ser diferente se eles não tivessem tentado nos enganar. (poder)

Tempos do modo subjuntivo

Presente - Enuncia um fato que pode ocorrer no momento atual.
Por exemplo:
É conveniente que estudes para o exame.
Pretérito Imperfeito - Expressa um fato passado mas posterior a outro já ocorrido.
Por exemplo:
Eu esperava que ele vencesse o jogo.
Obs.: o pretérito imperfeito é também usado nas construções em que se expressa a ideia de condição ou desejo.
Por exemplo:
Se ele viesse ao clube, participaria do campeonato.
Pretérito Perfeito (composto) - Expressa um fato totalmente terminado num momento passado.
Por exemplo:
Embora tenha estudado bastante,  não passou no teste.
Pretérito Mais-Que-Perfeito (composto) - Expressa um fato ocorrido antes de outro fato já terminado.
Por exemplo:
Embora o teste já tivesse começado, alguns alunos puderam entrar na sala de exames.
Futuro do Presente (simples) - Enuncia um fato que pode ocorrer num momento futuro em relação ao atual.
Por exemplo:
Quando ele vier à loja, levará as encomendas.
Obs.: o futuro do presente é também usado em frases que indicam possibilidade ou desejo.
Por exemplo:
Se ele vier à loja, levará as encomendas.
Futuro do Presente (composto) - Enuncia um fato posterior ao momento atual mas já terminado antes de outro fato futuro.
Por exemplo: Quando ele tiver saído do hospital, nós o visitaremos.

Formação dos Tempos Simples
Quanto à formação dos tempos simples, estes dividem-se em primitivos e derivados.
Primitivos:
presente do indicativo
pretérito perfeito do indicativo
infinitivo impessoal 
Derivados do Presente do Indicativo:
Presente do subjuntivo
Imperativo afirmativo
Imperativo negativo
Derivados do Pretérito Perfeito do Indicativo:
Pretérito mais-que-perfeito do indicativo
Pretérito imperfeito do subjuntivo
Futuro do subjuntivo
Derivados do Infinitivo Impessoal:
Futuro do presente do indicativo
Futuro do pretérito do indicativo
Imperfeito do indicativo
Gerúndio
Particípio

 Tempos Derivados do Presente do Indicativo
Presente do Subjuntivo
Para se formar o presente do subjuntivo, substitui-se a desinência -o da primeira pessoa do singular do presente do indicativo pela desinência -E (nos verbos de 1ª conjugação) ou pela desinência -A (nos verbos de 2ª e 3ª conjugação).
1ª conjugação
2ª conjugação
3ª conjugação
Des. temporal
Des. temporal
Desinência pessoal
1ª conj.
2ª/3ª conj.
CANTAR
VENDER
PARTIR
cantE
vendA
partA
E
A
Ø
cantES
vendAS
partaAS
E
A
S
cantE
vendA
partaA
E
A
Ø
cantEMOS
vendAMOS
partAMOS
E
A
MOS
cantEIS
vendAIS
partAIS
E
A
IS
cantEM
vendAM
partAM
E
A
M


Imperativo
Imperativo Afirmativo ou Positivo
Para se formar o imperativo afirmativo, toma-se do presente do indicativo a 2ª pessoa do singular (tu) e a segunda pessoa do plural (vós) eliminando-se o "S" final. As demais pessoas vêm, sem alteração, do presente do subjuntivo. Veja: 
Presente do Indicativo
Imperativo Afirmativo
Presente do Subjuntivo
Eu canto
---
Que eu cante
Tu cantas
CantA tu
Que tu cantes
Ele canta
Cante você
Que ele cante
Nós cantamos
Cantemos nós
Que nós cantemos
Vós cantais
CantAI vós
Que vós canteis
Eles cantam
Cantem vocês
Que eles cantem



Imperativo Negativo

Para se formar o imperativo negativo, basta antecipar a negação às formas do presente do subjuntivo.
Presente do Subjuntivo
Imperativo Negativo
Que eu cante
---
Que tu cantes
Não cantes tu
Que ele cante
Não cante você
Que nós cantemos
Não cantemos nós
Que vós canteis
Não canteis vós
Que eles cantem
Não cantem eles

Observações:
- No modo imperativo não faz sentido usar na 3ª pessoa (singular e plural) as formas ele/eles, pois uma ordem, pedido ou conselho só se aplicam diretamente à pessoa com quem se fala. Por essa razão, utiliza-se você/vocês.
- O verbo SER, no imperativo, faz excepcionalmente: sê (tu), sede (vós).

ATIVIDADES

1. Preencha as lacunas com a forma adequada dos verbos entre parênteses. Em
alguns casos, pode haver mais de uma opção.
a) Talvez todas as blusas () na gaveta. (caber)
b) É inacreditável que () ele o autor do projeto. (ser)
c) Se o árbitro não () os ânimos, as consequências seriam imprevisíveis. (conter)
d) Desejo que você já () a bateria de testes quando eu tiver regressado. (encerrar)
e) Depois que tudo () resolvido, poderemos dormir o sono dos justos. (estar)
f)  Quando eles () os cálculos, descobrirão grossas falcatruas. (rever)

2. Observe o modelo; a seguir, aplique-o às frases apresentadas.
Leio o manual.
Sugiro-lhe que leia o manual
Sugeri-lhe que lesse o manual.

a) Faço um bom chá.
b) Vejo um bom filme.
c) Trago respostas convincentes.
d) Redijo claramente.
e) Confiro o dinheiro.
f) Mostro o melhor caminho.

3. Observe o modelo; a seguir, aplique-o às frases apresentadas.

Suponho que ela tenha participado da conversa.
Supunha que ela tivesse participado da conversa.

a) Suponho que ele tenha convencido os fiIhos.
b) Suponho que a empresa tenha superado as dificuldades.
c) Suponho que tenhamos eliminado todas as dúvidas.
d) Suponho que hajam visto os melhores filmes.


4. Observe o modelo; a seguir, aplique-o às frases apresentadas.

É possível que todos aceitem.
Era possível que todos aceitassem.


a) É provável que ela adote a criança.
b) É insuportável que não se elimine o cólera do país.
c) É imprescindível que participemos do evento.
d) É indispensável que façamos o convite.
e) É necessário que todos permaneçam unidos.
f) É preciso que se altere o calendário.
g) É inacreditável que ele se deixe envolver.


5. Observe o modelo; a seguir, aplique-o às frases apresentadas.

Se você fizer o trabalho, ele o recompensará.
Se você fizesse o trabalho, ele o recompensaria.
Se você tivesse feito o trabalho, ele o teria recompensado.

a) Se você quiser, certamente fará melhor.
b) Se ele requerer novo exame, conseguirá.
c) Se você previr os obstáculos, irá até o fim da prova.
d) Se a população lutar por seus direitos, surgirão governantes mais capazes.
e) Se os governantes fizerem o que devem, este país será grandioso.
f) Se forem satisfeitas as necessidades sociais elementares, o país crescerá.

Um comentário:

  1. E de pensar que saindo da escola vc não verá mais nada disso.... vc entra na faculdade e vê muitoooo mais disso. Mas é TÃO bom. Morro de saudade das suas aulas!!

    ResponderExcluir